Entrevista de INRI CRISTO ao site Mitografias

Podcast com INRI CRISTO: http://www.mitografias.com.br/2017/08/papo-lendario-165-o-filho-do-pai

*******

Entrevista divulgada no site “Mitografias” em 20/07/2017

1-Quem era você antes de se tornar Inri Cristo? Quando e onde nasceu?

INRI CRISTO: “Eu não me tornei INRI CRISTO, eu sou. Ontem, hoje e sempre, sou o mesmo Cristo que crucificaram. Eu reencarnei, renasci em Indaial, estado de Santa Catarina, em 22/03/1948 e fui criado em ambiente católico. Desde a infância obedeço a uma voz forte e imperiosa que fala no interior de minha cabeça. Ainda adolescente tornei-me independente da família e desvencilhei-me de qualquer vínculo com religião, tornando-me ateu. Obediente a essa voz, em março de 1969 iniciei minha vida pública assumindo o nome Iuri. Falava nas rádios e televisões anunciando o porvir, sempre atrelando meu discurso ao Cosmos. Era ateu, profeta de um Deus desconhecido, a quem intuitivamente chamava de PAI. Ajudava as pessoas que me procuravam com a solução de seus problemas. Assim vivi até o jejum em Santiago do Chile e subsequente revelação de minha identidade.”

2-Quando teve sua revelação, e como foi esse processo?

INRI CRISTO: “Obediente à voz que me comanda, em setembro de 1978 parti do Brasil despojado de bens terrenos rumo a La Paz, na Bolívia. Em resumo, após peregrinar por diversos países da América Latina ainda na condição de profeta vivenciando uma série de coincidências insólitas, em setembro de 1979 fui conduzido pela Divina Providência ao jejum em Santiago do Chile. Sendo a primeira vez que jejuava, não sabia da necessidade de ingerir água, ou seja, ‘jejuei a seco’. Meu corpo estava em vias de um processo de inanição. De repente, a voz disse, desta vez mais imperiosa do que nunca: ‘Levanta-te!’. Ao levantar, mareei porque quando se jejua o sangue demora subir à cabeça. Minhas mãos não me ampararam, bambearam para trás. Meus braços não me sustentaram e caí com o nariz no chão, como podeis atestar até hoje a cicatriz resultante da queda. Então, em meio a uma poça de sangue, a voz se revelou: ‘As dores são necessárias, o sangue é necessário para que, quando te insultarem e reprovarem, te lembres que é o mesmo sangue que derramaste na cruz. Eu sou o DEUS de Abraão, de Isaac e de Jacob, Eu sou teu SENHOR e DEUS, e tu és o mesmo Cristo que crucificaram. E doravante caminharás sobre a Terra como um peregrino errante. Serás prisioneiro, expulso,ultrajado, odiado. Pagarás para dormir e não te deixarão dormir, tua túnica estará suja e não terás quem a lave, muitos rirão e debocharão de ti para que conheças bem os corações de teus filhos, que são o teu povo. Mas Eu serei contigo.’ Então Ele revelou o mistério do meu nome, cuja segunda letra estava em sentido contrário (Iuri # Inri) e desvendou, como se fosse na tela de um filme, todo o meu passado, os estágios das anteriores encarnações. Eu que vos falo sou o Primogênito de DEUS, que reencarnei Noé, Abraão, Moisés, David, etc., depois Jesus e agora como INRI.”

3-Fale mais sobre o motivo da adoção desse nome. O significado de Inri.

INRI CRISTO: “Em Apocalipse c.3 v.12 está previsto que eu viria com um novo nome, que é INRI, o nome que paguei com meu sangue na cruz (‘Ao que vencer… escreverei sobre ele o nome de meu DEUS… e meu novo nome). INRI significa, em latim, Iesus Nazarenus Rex Iudaeorum, Jesus Nazareno Rei dos Judeus. Em hebraico, Iammim Nour Rouahh Iabescheh, Água, Fogo, Terra e Ar. Significa, outrossim, Ignis Natura Renovatur Integra – pelo fogo a natureza se renova integralmente. E CRISTO, na tradução do grego, quer dizer o ungido, no singular.”

4-Enquanto algumas pessoas lhe seguem, outras lhe condenam. Como você lida com as pessoas que não acreditam em você e acham que o que faz é errado?

INRI CRISTO: “A estas pessoas dedico uma advertência, que sintetiza minha realidade atual: reconheço o vosso direito de pensar e dizer o que quiserdes, desde que me respeiteis o direito e dever de esclarecer quem sou. Não escolhi ser Cristo, não posso vos obrigar a saber que sou, mas isto não altera minha realidade. Pensais que é fácil, obediente a meu PAI, andar indumentado assim, os ignorantes zombando de mim? Ainda que os malignos condenaram Galileu, a Terra continuou gravitando em torno do sol. O sol brilha e, mesmo que todos duvidassem, ele não deixaria de ser sol. Assim também, ainda que a maioria dos terráqueos não creiam que sou Cristo, continuo sendo o mesmo que crucificaram. Não me é facultado abrir a cabeça do néscio com um serrote e introduzir-lhe um bilhetinho dizendo: ‘Acorda-te, ignorante! Desperta-te! Sou INRI CRISTO, o Filho do Homem’. Somente o demônio, Herodes possuído pelo demônio pediu e exige milagres. O maligno disse enquanto eu jejuava há dois mil anos: ‘Se és o Filho de DEUS, transforma estas pedras em pão’, ao que lhe respondi: ‘Nem só de pão vive o homem’. Em verdade, em verdade vos digo: eu não preciso provar nada a ninguém, porque o óbvio é ululante, não carece de provas. Vós, meus filhos, é que necessitais provar que sois dignos de meu PAI, Supremo Criador, único Ser incriado, único eterno, único Ser digno de adoração e veneração, onisciente, onipotente, onipresente, único SENHOR do Universo.”

5-Algumas pessoas usam da religião para promover violência e exploração. Desde grupos terroristas até líderes religiosos. O que tem a dizer sobre isso? Pois tais pessoas fazem parecer que a religião é algo nocivo.

INRI CRISTO: “Essas pessoas a que te referiste se escondem sob o rótulo de uma religião ou ideologia para extravasar seus bestiais instintos primitivos inconscientes. Religião é uma questão de cultura, antropologia; é a interpretação que cada povo em cada época atribuiu à força misteriosa e inexplicável que deu origem às incontáveis formas de vida, a partir disso desenvolvendo um ritual específico no intuito de comunicar-se com o divino. Em verdade vos digo: DEUS é um só e independe de cultura, etnia, sexo, posição social. Quem descobre o DEUS verdadeiro, a Suprema fonte de energia que move os mundos, as estrelas e galáxias, não precisa de religião. Religião vem do latim religaire, que significa religar. Sendo DEUS onipresente, Ele está permanentemente vivo em cada célula de vosso corpo, em cada partícula de vosso sangue. O espírito que move vosso corpo é uma partícula indissociável da Grande Alma que chamais DEUS. Logo, não careceis sujeitar-vos ao jugo de nenhum regrilhoso disfarçado de religioso uma vez que tendes liberdade para buscar e descobrir DEUS usando vosso próprio discernimento. Os filhos de DEUS levam em conta o que ensinei há dois mil anos e minhas palavras continuam em vigor: ‘Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, ora a teu PAI em segredo. Em segredo Ele vê o que se passa e te abençoa’ (Mateus c.6 v.6).”

6-Algum motivo especifico por ter retornado logo no Brasil?

INRI CRISTO: “A Terra de Santa Cruz, que vós chamais Brasil, é o Novo Mundo, a terra que o ALTÍSSIMO me concedeu como berço para reencarnar. E Brasília é a Nova Jerusalém do Apocalipse c.21. Ninguém é obrigado a crer.”

7-Com seu retorno, você estabeleceu novas regras, novos mandamentos? Ou então o que devemos seguir como nossos princípios?

INRI CRISTO: “Os mandamentos da lei divina foram estabelecidos como princípios de vida objetivando propiciar paz e harmonia, ou menos guerra e violência, nas relações sociais. Sintetizando a lei na resposta a uma pergunta: o que é pecado? Eu vos digo em verdade: tudo que fizeres que faz mal a ti ou a outrem é pecado. Tudo que fizeres que não faz mal a ti nem aos outros não é pecado. O que passa disso são invenções dos homens para amedrontar e manipular seus semelhantes. A lei divina é eterna e se adapta a cada povo em cada época no transcurso da evolução humana. Porém mais relevante do que apenas seguir uma regra ou mandamento é adquirir a consciência mística do porquê se deve obedecê-lo. Por exemplo, os dez mandamentos que DEUS deu a Moisés no Monte Sinai, cada um deles tem um propósito, uma interpretação cabalística. O primeiro deles, ‘Não terás outros deuses diante de mim’, significa que o ser humano deve adorar unicamente o DEUS invisível, direcionar unicamente a Ele a parte superior de suas energias, porque só nEle existe reciprocidade. Ao inclinar-se diante de qualquer ídolo cego, surdo e mudo feito pelas mãos humanas, deixa suas energias superiores em um pedaço de gesso, madeira, barro… tornando-se vulnerável, órfão das bênçãos celestiais. ‘Não tomarás o nome do SENHOR, teu DEUS, em vão’ significa que se tu invocares o nome do SENHOR sem necessidade, tuas palavras perdem poder, tornam-se débeis quando tu realmente careces invoca-lo. ‘Lembra-te de santificar o dia de sábado’ significa que quando tu guardas o sábado como dia do descanso, automaticamente te colocas à disposição para receber a energia cósmica que o SENHOR derrama sobre os filhos dEle no sábado mais que nos outros dias, e assim renovas teu vigor físico e espiritual para iniciar uma nova semana de labor. ‘Honra teu pai e tua mãe’, significa não apenas honrar o pai e a mãe biológicos quando são dignos de honra, mas também o PAI Celeste e a Mãe Natureza, que são a origem de vosso corpo espiritual e material, e perante os quais vós sois todos irmãos. ‘Não matarás’ significa que se tu assassinares um ser humano, assumirás a dívida carmática que ele foi impedido de resgatar naquela vida. E quando assassinas um irmão menor (boi, vaca, galinha, etc.) almejando servir-te deles para a nutrição cotidiana, além de ingerir toda a energia de ansiedade impregnada na carne do animal por ocasião do abate, estás outrossim animalizando, bestializando teu caráter. ‘Não cometerás adultério’ significa que se tu quebrares a fidelidade conjugal e sucumbires a ter relações carnais fora do matrimônio, estarás permitindo que uma terceira pessoa interfira nas energias que concernem a ti e a teu cônjuge, desestabilizando a harmonia do lar. ‘Não furtarás’ significa que se tu subtraíres ilicitamente um bem ou induzires teu semelhante ao erro no intuito de extorquir-lhe um valor, estarás fazendo mal não só àquele que prejudicaste, mas também à tua consciência, que te acusará pela falta cometida. ‘Não dirás falso testemunho contra o teu próximo’ significa que deves ser vigilante com as palavras que saem de tua boca, pois as consequências negativas de um falso testemunho, ou seja, de uma mentira que proferiste contra teu próximo, um dia retornam para o emissor, pois a lei do retorno está sempre em vigor. ‘Não cobiçarás a casa do teu próximo; não desejarás a sua mulher, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que lhe pertença’ significa que se tu cobiças algo que pertence ao teu próximo e não está ao teu alcance possuir, tu deixas parte de tuas energias no objeto da tua cobiça e com isso te tornas fraco, vulnerável; tuas energias ficam espalhadas. Por outro lado, se tu aprendes a confiar no ALTÍSSIMO sabendo que Ele proverá tuas reais necessidades, automaticamente tuas energias ficarão concentradas e atrairás para ti o bem e as pessoas que concernem à tua prosperidade e felicidade.

Há dois mil anos me perguntaram: ‘Mestre, qual é o maior mandamento da lei?’, ao que respondi: ‘Amarás ao SENHOR, teu DEUS, de todo teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito’. E acrescentei: ‘O segundo é semelhante a este: ‘amarás teu próximo como a ti mesmo’. Destes dois mandamentos depende toda a lei e os profetas’ (Mateus c.22 v.36 – 40). E agora eu vos digo em verdade: primeiro deves amar a DEUS, teu CRIADOR, porque nEle tu encontras reciprocidade; tu O amas, O adoras, e aquelas energias que tu usaste para invoca-Lo, Ele te devolve em forma de luz, inspiração, alegria de viver. Depois de DEUS, tu não podes amar ninguém antes de amar a ti mesmo. Primeiro tu tens que te amar e só então tu podes amar teu próximo como a ti mesmo. Pois quanto mais amares a ti mesmo, mais serás capaz de amar teu semelhante. E se tu não te amas, como queres que outros te amem? Eis um princípio cósmico elementar capaz de promover a efetiva fraternidade e harmonia na convivência humana.”

8-Fale sobre sua religião, seu grupo e como as pessoas podem entrar em contato.

INRI CRISTO: “Eu não sou religioso; sou filósofo, educador de almas, ensino os seres humanos a desfrutar da liberdade consciencial. Não carecem frequentar templos construídos por homens uma vez que aprendem a estabelecer a simbiose com DEUS onde quer que estejam. Estes oram a nova oração que lhes ensinei, o Novo PAI Nosso, que é a oração mais forte e sublime para comungar com o PAI no quarto com a porta fechada (Mateus c.6 v.6). A SOUST não é uma religião, e sim uma escola mística e filosófica que se constitui na formalização do Reino de DEUS sobre a Terra, na formação de um só rebanho em um só pastor (João c.10 v.16). O Reino de DEUS, diferente dos reinos terrestres, é um reino magnético, sutil, de energias, sinais e luz. Os que me ouvem e levam em conta o que ensino, cujos corações vibram em ressonância com o meu, transformam seus corpos em sucursais do Reino de DEUS em qualquer lugar do mundo. Os que almejam vir à minha presença aqui na Nova Jerusalém devem se comunicar com minha assessoria e serão orientados como proceder. Que tenham todos a minha paz.”

Eis o Novo PAI Nosso, revelação de DEUS a INRI CRISTO:

PAI eterno e inefável

DEUS infalível

CRIADOR do Universo

Santificado seja o Teu nome.

Seja feita a Tua vontade

assim na Terra como no céu.

Graças Te dou pelo manjar

que emana de Ti.

Aparta-me dos erros

e ilumina-me,

para que eu te sirva sem equívocos

glorificando-Te,

hoje e sempre,

Ó PAI!

Fonte: http://www.mitografias.com.br/2017/07/8-perguntas-para-inri-cristo

 

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − 7 =