Entrevista de INRI CRISTO ao Jornal de Batatais

Jornal de Batatais – Dados pessoais: nome de batismo, quando e onde nasceu, filiação. É casado? Têm filhos? Têm animais de estimação?
INRI CRISTO: “O meu nome é INRI CRISTO, oficialmente reconhecido pelas autoridades terrestres em todos os meus documentos. Eu reencarnei numa pequenina aldeia no interior do estado de Santa Catarina chamada Indaial, em 22/03/1948. Meu PAI é meu SENHOR e DEUS e minha mãe é a Terra. Uma parteira, chamada dona Bema, entregou-me a um casal de alemães, Magdalena e Wilhelm Thais. Ambos, ignorando minha origem, criaram-me como se fosse seu próprio filho. Quanto a ser casado, primeiro que se casamento fosse bom não necessitaria de testemunha. E como eu vivo unicamente para cumprir a vontade de meu PAI, que me reenviou a este mundo, não tenho qualquer vínculo matrimonial. Tenho muitos filhos, os que têm olhos para ver e ouvidos para ouvir-me e reconhecer que sou o Pai da humanidade; e mesmo aos que não têm consciência de minha identidade eu os olho como meus filhos, pois afinal, na luz de meu PAI, SENHOR e DEUS, que é em mim, continuo amando todas as criaturas que se movem sobre a Terra. Não tenho animais de estimação pois desde que meu PAI revelou minha identidade, o meu coração bate de amor por todos os animais sem distinção. Para mim é sempre muito triste ver as desgraças que os seres humanos estão provocando na ecologia, o que acarretará em destruição para a própria humanidade”.

Jornal de Batatais – Desde quando, onde e como se descobriu “Cristo”? O que significa “Inri”?
INRI CRISTO: “INRI significa Iesus Nazarenus Rex Iudaeorum (Jesus Nazareno Rei dos Judeus), é o nome que Pilatos escreveu acima de minha cabeça quando eu agonizava na cruz, quando cuspiam em meu rosto, quando me humilhavam, quando se cumpriam as Escrituras. INRI é o nome que custou o preço do sangue. É o meu novo nome (“Ao que vencer… escreverei sobre ele o nome de meu DEUS… e também o meu novo nome” – Apocalipse c.3 v.12). Eu não me “descobri Cristo”, tive a revelação de meu PAI. Desde a infância obedeço a uma única e poderosa voz que fala no interior de minha cabeça, mas até o jejum eu desconhecia de quem era, eu não tinha consciência de minha identidade. Resumidamente, em setembro de 1979, obediente a esta voz, fui jejuar em Santiago do Chile, e nesta ocasião a voz se revelou como sendo a de meu PAI, SENHOR e DEUS, o DEUS de Abraão, de Isaac e de Jacob, revelou outrossim que sou o mesmo Cristo crucificado há dois mil anos e as anteriores encarnações, porque em verdade eu sou o Primogênito de DEUS, Adão, Pai da humanidade, que reencarnei como Noé, Abraão, Moisés, David, etc. depois como Jesus e agora como INRI”.

Jornal de Batatais – Antes da “descoberta” o que fazia, qual era a sua profissão e qual é a sua formação escolar?
INRI CRISTO: “Freqüentei três anos a escola primária, o suficiente para que fosse alfabetizado. Sou teodidata, ou seja, recebo instrução superior diretamente de meu PAI, SENHOR e DEUS. Vou às universidades, quando convidado, a fim de ensinar aos jovens aquilo que não é facultado às escolas terrestres ensinar. Vim a este mundo para ensinar a lei divina aos homens, ensinar-lhes a viver em paz e harmonia, a pisar firme na realidade, reconciliando-os na un